Esportes Radicais | Com Agência Brasil | 22/08/2021 09h30

Deninho Casarini assume a liderança do Sertões

Compartilhe:

A especial que tanto prometia se cumpriu e uma reviravolta se deu em terras sertanejas. Por onde passou Capitão Virgulino Ferreira, o Lampião e rei do cangaço, também aceleraram Deninho Casarini e Ivo Mayer. A dupla apoiada pela Can-Am, que vem se destacando a cada etapa entre os 10 primeiros colocados, com o sétimo lugar de hoje, assumiu a ponta do ranking acumulado.

A sétima etapa do Rally dos Sertões 2021, entre Petrolina (PE) e Delmiro Gouveia (AL), com total de 441km, dos quais 239km de trechos cronometrados, teve o Rio São Francisco como cenário, entregando uma das mais belas paisagens para deleite dos pilotos. Muito técnica, começou com trechos travados e bem sinuosos com piso de piçarra e cascalho. Seguiu bem sinuosa com muitos altos sem visão e cruzou riachos secos. Na metade da prova, antes do abastecimento, as longas retas, com visuais incríveis, tiraram o fôlego. Ao final, para coroar uma especial bem completa, muita areia.

A promessa de Deni Nascimento de manter o foco para entrar no top 10 no acumulado se tornou realidade. E antes do que ele próprio e seu parceiro Idali Bosse imaginavam. A quarta posição do dia alçou a dupla ao nono lugar da competição: “Fizemos uma especial limpa e nosso Maverick X3 está um foguete. Carro e corrida maravilhosos. Faltando 1 Km para terminar a especial, paramos para ajudar o Deninho Casarini, que ficou sem combustível. Rebocamos ele e o Ivo até o final. Isso não nos permitiu ganhar a etapa, pois perdemos minutos importantes. Mas é esse o espírito do rali, de amizade, e é isso o que importa. A competição é dentro da pista, mas a amizade prevalece”, declarou o vencedor do Sertões 2019.

Nelsinho Piquet e seu navegador Flavio França estavam em um ritmo bom com o Can-Am Maverick X3 em busca de chegar entre os primeiros da especial na categoria UTV2. Já tinham passado em terceiro e quinto lugares nas duas primeiras parciais quando tiveram uma falha mecânica: “Uma pena ter acontecido isso porque vínhamos muito bem. Agora temos mais dois dias para tentar ficar entre os três melhores de uma especial. Apesar dos problemas, estamos com o sexto lugar na classe”, comentou o piloto que disputa pela primeira vez o Rally dos Sertões na íntegra.

Resultados extraoficiais – etapa 7 (Geral)

1.   Aristides Mafra/Breno Rezende, 3h10min08s

2.   D Mesquita/D Muniz, a 00min52s0

3.   F Pirondi/ M Ritter, a 01min15s0

4.   Deni Nascimento/Idali Bosse, a 01min24s0

5.   Rodrigo Luppi/Maykel Justo, a 01min57s0

6.   D Mahserdjian/C Pereira, a 03min17s0

7.   Denísio Casarini/Ivo Mayer, a 03min25s0

8.   Reinaldo Varela/Gunnar Dums, a 03min54s0

9.   João Monteiro/Victor Hugo Melo, a 05min04s0

10. E Bozzano/W Rezende, a 05min27s0

  

Resultados extraoficiais – etapa 7 (Acumulado)

1.   Denísio Casarini/Ivo Mayer - Can-Am - 27:43:33

2.   André Hort/Matheus Mazzei - Can-Am - + 16:41min

3.   Rodrigo Luppi/Maykel Justo - Can-Am - + 21:04min

4.   João Monteiro/Victor Hugo Melo - Can-Am - + 21:32min

5.   Gabriel Cestari/Jhonatan Ardigo - Can-Am - + 34:58min

6.   Aristides Mafra/Breno Rezende - Can-Am - + 36:08min

7.   A Montani/H Ribeiro - Can-Am - + 45:47min

8.   Edu Piano/Solon Mendes - Can-Am - + 46:12min

9.   Deni Nascimento/Idali Bosse - Can-Am - + 47:47min

10. C Currie/S Laxon - Polaris Pro XP - + 48:45min

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS