Vôlei de Praia | Da redação | 20/10/2018 16h23

Campo Grande sedia Circuito Brasileiro em novembro

Compartilhe:

A 28ª temporada do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia está perto do saque inicial. E as três primeiras cidades que receberão as etapas do calendário 2018/2019 já estão definidas: Palmas (TO), Vila Velha (ES) e Campo Grande (MS) terão em quadra os melhores atletas do país lutando por medalhas. Os eventos ocorrem em setembro, outubro e novembro, com transmissão na web e no canal SporTV, além de entrada franca ao público.

A primeira parada da temporada ocorre em Palmas (TO), de 12 a 16 de setembro, na arena que será montada na Praia da Graciosa. Será a primeira vez que a capital tocantinense recebe uma etapa do Circuito Brasileiro. Entre 2006 e 2008, Palmas sediou etapas do Circuito Challenger, o que se repetiu em 2017, com grande sucesso de público. Por isso, os atletas revelam a expectativa para atuar com arquibancadas cheias.

O paraibano Vitor Felipe, que em maio deste ano reeditou dupla com o carioca Evandro, relembrou torneio disputado na capital tocantinense. O defensor de 27 anos foi vice-campeão da temporada passada, jogando ao lado de Guto (RJ), e agora, ao lado do atual campeão brasileiro e mundial Evandro (RJ), espera evoluir ainda mais.

“Disputei uma etapa de Circuito Brasileiro Sub-21, muitos anos atrás, e fui campeão. Carrego essa lembrança boa. Fico feliz em voltar a jogar lá, espero que a torcida compareça e lote a arena. É bacana levar nosso esporte para cidades sem litoral, as pessoas aguardam por essa oportunidade, gostam muito do nosso esporte. Lembro que é uma cidade bastante quente, então vamos preparar bem a parte física e manter a hidratação. Estamos trabalhando forte, ajustando detalhes para termos um bom início de temporada”, declarou.

A segunda etapa do Circuito Brasileiro Open será em Vila Velha (ES), de 24 a 28 de outubro, enquanto a terceira parada ocorre em Campo Grande (MS), de 21 a 25 de novembro. Em 2019, outras quatro etapas da temporada 18/19 serão realizadas. As datas e cidades ainda serão divulgadas pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

O torneio conta com 24 duplas em cada naipe, que são selecionadas da seguinte forma: os 16 times mais bem colocados no ranking nacional entram direto na fase principal, enquanto as outras oito duplas saem do classificatório, que ocorre nos primeiros dias (quarta e quinta), permitindo renovação, com times de fora do ranking entrando no evento.

As 24 duplas disputam a fase de grupos em seis grupos de quatro times. Os primeiros e segundos colocados de cada chave, além dos quatro melhores terceiros, vão para as oitavas de final. Desta etapa em diante o torneio segue em formato eliminatório direto até a decisão.

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos quase R$ 500 mil por etapa.

O paranaense campeão olímpico Emanuel e a capixaba medalhista olímpica Larissa são os maiores vencedores do Circuito Brasileiro, tendo conquistado o título da temporada nove vezes. Os atuais campeões são Carol Solberg/Maria Elisa (RJ) e a ex-dupla formada por Evandro e André Stein (RJ/ES), que agora jogam com novos parceiros.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS