Olimpíadas | Com UOL | 21/07/2008 14h00

Robinho chora ao saber que não será liberado para Olimpíada

Compartilhe:

Campo Grande (MS) - Entre lágrimas, foi assim que Robinho recebeu a notícia de que não poderá ir a Pequim disputar as Olimpíadas. O Real Madrid decidiu vetar a presença do atacante nos Jogos por conta de uma lesão no púbis detectada na manhã desta segunda-feira. A contragosto, Robinho já viajou para a Áustria, onde participará da pré-temporada do clube espanhol.

"Nunca vi Robinho tão triste. Ele é uma pessoa extremamente alegre e a última vez que o vi assim foi quando a mãe dele foi seqüestrada", disse Wagner Ribeiro, empresário do jogador que acompanhou Robinho durante os exames. "Robinho teve que aceitar - Eu sou funcionário do clube, vou ter que obedecer - ele me disse antes de viajar a para Áustria", completou.

No entanto, segundo uma fonte ligada ao clube informou à reportagem do UOL Esporte, o veto à Robinho foi uma represália à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por conta do episódio envolvendo a convocação de Robinho à Copa América. Em 2007, a CBF exigiu a presença do jogador, conforme tinha direito pelas determinações da Fifa, 15 dias antes do início do torneio. No período, porém, o Real Madrid tinha um importante confronto com Mallorca pelo Campeonato Espanhol.

Após uma longa queda de braço, as partes entraram em "acordo". O Real levou a melhor na disputa pelo atacante e o utilizou contra o Mallorca. Isso porque a CBF permitiu que Robinho se apresentasse à seleção com atraso após ter feito ameaças de que levaria o caso à Fifa para pedir punições ao Real. A relação entre as duas partes segue estremecida desde então.

De acordo com o que informou por meio de seu departamento de comunicação, a CBF não irá interferir no caso. Isso porque, segundo a própria entidade, o Real Madrid tem o direito de vetar a convocação do jogador em qualquer tempo, já que Robinho tem mais de 23 anos. Segundo determinação da Fifa, os clubes não são obrigados a ceder atletas que ultrapassem a idade olímpica para as seleções que disputam os Jogos. Dunga ainda não definiu quem substituirá Robinho no ataque da seleção. A lista deve ser confirmada nesta terça-feira.

Sem Robinho, a seleção brasileira se apresenta nesta segunda-feira no Aeroporto Internacional de Paris antes de seguir para a Ásia, onde fará a preparação para os Jogos. Em Cingapura, a equipe fará contra a seleção local o único amistoso antes do início das Olimpíadas. O confronto está marcado para o próximo dia 28.

O Brasil estréia no torneio olímpico contra a Bélgica, no dia 7 de agosto, na cidade de Shenyang. O grupo do Brasil ainda tem os anfitriões chineses e a Nova Zelândia. O Brasil jamais conquistou uma medalha de ouro na competição.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS